Ciclismo-para-idosos-conheça-os-benefícios-e-cuidados

Ciclismo para idosos: conheça os benefícios e cuidados

Pesquisa publicada no Aging Cell journal destaca que ciclistas entre 55 e 79 anos tinham sistemas imunológicos cujo funcionamento se assemelha ao de jovens com 20 anos de idade. O que nos leva a reforçar: o ciclismo para idosos é envolto em benefícios!

Além, é claro, de ser uma alternativa interessante para fugir do trânsito, obter mais qualidade de vida e manter a mente e o corpo ativos.

Quer conhecer os benefícios do ciclismo para idosos e os respectivos cuidados para tornar a atividade cada vez mais prazerosa? Basta seguir com a leitura deste post!

Os benefícios do ciclismo para idosos

Muitos benefícios da prática do ciclismo são apropriados para crianças, adultos e idosos. No entanto, quando estamos falando desse último grupo temos que considerar o valor disso.

Ciclismo para idosos: Conheça os benefícios | Bicicletas Mormaii

Afinal de contas, é o momento em que o corpo responde aos estímulos, evitando que o mesmo se desgaste precocemente e seja fortalecido. A própria pesquisa citada no início deste artigo já explora profundamente os aspectos positivos do ciclismo para idosos.

Mas, para deixar todos os pontos devidamente esclarecidos, confira alguns dos benefícios que você pode colher por meio do ciclismo inserido na sua rotina:

Fortalecimento da musculatura

Pedalar a bicicleta é um exercício que envolve diversas partes do corpo, como:

  • pernas;
  • glúteos;
  • coxas;
  • abdômen.

Com ao tempo, a musculatura é trabalhada e fortalecida, permitindo mais condicionamento físico e resistência ao praticante.

Melhora no sistema respiratório

A respiração também é privilegiada, no ciclismo para idosos, pois esse tipo de atividade condiciona a capacidade pulmonar, aprimorando-a gradativamente.

Imagine, agora, o quanto esse fôlego extra é crucial não apenas para idosos, mas para qualquer pessoa obter mais disposição no seu dia a dia?

Menor risco de doenças coronárias

Quando pedalamos, o coração bombeia mais sangue e, consequentemente, promove a circulação sanguínea. Como resultado disso, o praticante obtém um auxiliar poderoso para reduzir qualquer risco de doenças coronárias, que são as relacionadas a esse sistema.

Vale destacar, ainda, que os exercícios físicos são determinantes na redução da taxa de gordura corporal. E isso mantém o nível de colesterol sob controle.

Diminui os riscos de um AVC

O ciclismo para idosos também é indicado para as pessoas que temem — ou estão entre os fatores de risco de — um AVC (acidente vascular cerebral).

Graças, também, à prática do ciclismo que aumenta a frequência cardíaca com o exercício e, assim, ajuda a controlar a pressão arterial.

Ciclismo para idosos oferece baixo impacto ao praticante

Uma atividade de baixo impacto. É isso que o ciclismo pode ser, para o praticante, em trechos urbanos e sem esforços elevados. Isso permite uma recuperação gradativa da musculatura e sem impactar negativamente as articulações.

Excelente instrumento de socialização

Convém apontar que a atividade física em espaços abertos é uma ótima maneira de conhecer novas pessoas. Especialmente, quando são formados grupos de ciclismo.

Uma maneira rica, portanto, em acabar com o sedentarismo e, de quebra, abrange o círculo de amigos do praticante por meio de um elemento em comum.

Saúde geral é aprimorada

Por fim, vamos destacar que, como um todo o ciclismo para idosos é um grande aliado da qualidade de vida do praticante — física e mentalmente.

ciclismo para idosos mormaii - Ciclismo para idosos: conheça os benefícios e cuidados

A prática do ciclismo, com o tempo, oferece uma mudança enorme não só na qualidade de vida, mas no estilo da pessoa. Afinal, ela vai conviver com novos hábitos, novas pessoas e novos benefícios práticos na sua vida.

Os cuidados com o ciclismo para idosos

Abaixo, também vamos destacar alguns cuidados a serem inseridos na vida do ciclista iniciante — um exemplo: pedalar em dias frios. Confira:

  • utilize o equipamento de segurança, evitando que eventuais quedas e acidentes sejam minimizadas;
  • roupas leves ajudam a evitar o suor em excesso e a perda de água do corpo;
  • aproveite para pedalar em horários cujo calor é menos intenso;
  • tenha sempre em mãos uma garrafa d’água para hidratar ao longo do percurso;
  • busque a opinião do médico de sua confiança antes de começar a pedalar.

E aí, o que achou de todas as nossas dicas para desfrutar qualitativamente de todos os benefícios do ciclismo para idosos? Quer saber, agora, por onde começar? Que tal baixar gratuitamente o nosso infográfico sobre andar de bicicleta, com dicas pontuais para os iniciantes? Bom proveito!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *