Regras-básicas-para-se-ter-uma-boa-convivência-na-ciclofaixas

Regras básicas para se ter uma boa convivência na ciclofaixas

Não há um código de trânsito especificamente feito para os ciclistas. O que existe, por sua vez, é um apanhado de regrinhas socialmente aceitas e coletivas. E isso dentro ou fora da ciclofaixa.

No entanto, como a mobilidade urbana tem apontado nessa direção — com um aumento exponencial de ciclofaixas cortando as vias das cidades —, achamos importante o reforço dessas pequeninas regras.

Acompanhe-as, conosco, e entenda como criar e manter a boa convivência em uma ciclofaixa!

As regras para usar uma ciclofaixa sem incomodar os outros

A seguir, vamos destacar algumas ideias que podem fazer toda a diferença para que os seus trajetos sejam seguros, harmoniosos e sempre produtivos:

Olhe sempre em ambas as direções

Ao pedalar em uma ciclofaixa, lembre-se que você pode estar cercado de outras pessoas — no mesmo ritmo ou com mais pressa do que você.

pedal em grupo mormaii - Regras básicas para se ter uma boa convivência na ciclofaixas

Por isso, antes de qualquer manobra, como frear bruscamente ou ficar à esquerda ou à direita, certifique-se de que ninguém vem a toda velocidade, atrás.

O simples gesto de checar em ambas as direções já oferece uma segura margem para que você tome a decisão mais assertiva e em pouco tempo.

Atenção às suas ultrapassagens

Quando o caso se inverte — ou seja: é você quem pretende ultrapassar o ciclista à frente —, faça também a sua parte e sinalize a sua intenção.

Caso não tenha uma buzina entre os acessórios instalados na sua bicicleta, avise verbalmente, mantendo o tom e a educação muito bem sinalizados também, é claro.

Acompanhe o fluxo

Ainda a respeito de ultrapassagens na ciclovia, procure manter o fluxo de velocidade médio entre os outros ciclistas. Ao pressioná-los, você pode criar um clima de tensão em atletas principiantes, por exemplo.

Nesses casos, espere por uma oportunidade para fazer a ultrapassagem segura — como citado no último tópico — ou siga no mesmo fluxo das outras pessoas que também fugiram do trânsito e pegaram as suas respectivas bikes!

Evite distrações

Para muitos, é difícil conter o impulso de ligar a trilha sonora de suas vidas e pedalar por aí. Só que, em uma ciclofaixa, os fones de ouvido — com o volume no máximo — tornam o ciclista mais propensos a distrações e, consequentemente, incidentes.

Caso não abra mão da música durante as pedaladas, mantenha um ritmo moderado para que os outros ciclistas tomem a iniciativa ou mantenha o som em um volume moderado.

Outro problema comum é o uso de aparelhos celulares. Caso tenha uma ligação ou pretenda gravar um áudio para alguém, encoste a bicicleta, desmonte e faça o que tem que fazer. Evite, a todo custo, realizar essas tarefas enquanto passeia através da ciclofaixa.

Mais cuidado com idosos e crianças

Essa funciona para quem pedala em grupo ou frequenta ciclovias muito utilizadas: caso tenham crianças ou idosos por perto, evite manobras bruscas. E, se possível, mantenha-os sempre à frente para que você possa orientá-los e deixar que ditem o ritmo do passeio.

Dê preferência aos pedestres

Assim como os carros e motos devem dar preferência aos ciclistas, cabe às pessoas que transitam sobre duas rodas dar a mesma cortesia aos pedestres.

Por isso, independentemente de você estar na ciclofaixa, ao avistar um pedestre sinalize que ele continue a atravessar a via. Diminua a velocidade, deixe que ele passe, e siga o seu caminho. Assim, evita-se conflitos e problemas, e todos saem beneficiados.

O bom convívio na ciclovia faz parte da responsabilidade do ciclista

Por fim, uma dica rápida e bastante difundida: caso a ciclofaixa seja um pouco mais ampla, deixe o lado esquerdo livre para quem cruza-a com mais velocidade. Isso facilita o passeio de todos também.

E como o assunto é mobilidade urbana, que tal irmos além do que falamos por aqui sobre ciclofaixa? Para isso, convidamos você a ler, agora, nosso artigo sobre a importância da ciclovia no dia a dia do ciclista!

Infográfico: 9 benefícios práticos para andar de bicicleta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *