Dicas-valiosas-para-você-pedalar-no-frio

Dicas valiosas para você pedalar no frio

Acostumados a andar de bicicleta têm algo em comum com os principiantes: as dificuldades em pedalar no frio, vencendo a preguiça e a rigidez da musculatura com as baixas temperaturas.

São elementos adversos demais que agem contra o seu ímpeto em sair de casa e pedalar no frio com a mesma performance dos dias quentes.

Para ajudar a chegar algo muito próximo disso, neste post vamos apontar algumas dicas que podem fazer toda a diferença na sua rotina para ir ao trabalho ou a lazer, apenas. Acompanhe!

Os desafios em pedalar no frio

O outono e o inverno — e as baixas temperaturas que chegam fora de época — concentram uma série de obstáculos para o ciclista obstinado, como:

  • o vento gélido e cortante;
  • a umidade;
  • a poluição — um fator muito presente nos grandes centros urbanos.

Embora a tolerância ao frio varie entre pessoas, a temperatura baixa, em geral, já deixa a musculatura mais rígida, pela manhã, aumentando as dificuldades em sair pedalando no frio.

Por isso, vamos tomar como parâmetro que, abaixo dos 20 °C, você já pode enfrentar desafios maiores do que aqueles que fazem você sair da cama nos dias de verão. Algo que vai ajudar bastante a considerar as dicas a seguir!

E book display - Dicas valiosas para você pedalar no frio

Use camisas apropriadas para a prática de ciclismo

Sabe as peças de roupas em dry fit? Pois então, tanto ela quanto outras vestimentas em tecido sintético ajudam a pedalar no frio porque elas não permitem que a transpiração fique retida.

Por cima dela, uma camiseta de algodão. Os espaços presentes nas fibras da peça ajudam na circulação também, enquanto o tecido sintético sob ela não deixa a transpiração entrar em contato com o seu corpo.

Coloque uma blusa de frio sobre a camiseta

Se a transpiração é um problema resolvido — já que a umidade concentrada aumenta a sensação de frio —, é hora de se prevenir contra o frio cortante.

As blusas estão aí para isso: proteger da entrada de ar frio, enquanto o quente — entre a camiseta e o tecido sintético — permaneça. E, se possível, invista em um casaco especial para ciclistas, que já considera boa parte dessas vertentes mencionadas e ajudam você a pedalar com mais segurança.

Tire as camadas de roupas ao sentir calor

Pedalar no frio também estimula a transpiração e o calor do corpo. Quando isso acontece, tire rapidamente as peças de roupas para que você não transpire tanto.

Mas só faça isso se o tecido das roupas não ficarem gelados e, tampouco, em contato com o corpo.

Dê atenção aos pés e pernas ao pedalar no frio

Calças de ciclismo são ótimos investimentos para pedalar no frio. Mas, caso não seja possível fazê-lo, as calças jeans mais flexíveis são providenciais para impedir a passagem do vento.

Para os pés, uma boa maneira de evitar aquela sensação de “dedos congelados” é com um exagero nas camadas de roupas: use um par extra para cobrir os pés e garantir mais conforto para pedalar.

Proteja também os dedos das mãos

As luvas fechadas são importantes porque os dedos das mãos são, basicamente, as extremidades do corpo mais desprotegidas e vulneráveis ao vento gélido.

Vale destacar que isso é fundamental não apenas para deixar o corpo mais aquecido, mas para garantir que você tenha flexibilidade suficiente, nos dedos, para uma situação de emergência.

Um toque especial para os ouvidos

Os rigores do frio costumam causar dor de ouvido nas pessoas. E, para evitar esse desconforto é possível tampá-los com o auxílio de algodões. Ou, ainda, um gorro que cubra as orelhas — lembre-se, apenas, de ajustar o capacete para que ele não fique apertado demais na cabeça.

E aí, agora que você já sabe como enfrentar as baixas temperaturas e pedalar no frio, que tal conhecer nossas dicas para você pedalar com mais conforto em sua bike?

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *