Lubrificante-para-bike-óleo-ou-graxa

Lubrificante para bike: óleo ou graxa?

A lubrificação é uma etapa de grande importância para a manutenção da sua bike, pois evita o desgaste prematuro das peças e reduz a fricção responsável por isso. A questão que muitos ciclistas podem ficar desorientados, quanto ao assunto, é: qual é o melhor lubrificante para bike?

E, entre a grande variedade de graxas e óleos — e até mesmo lubrificante em gel —, consideramos que este post vai ser de grande ajuda para você!

Confira, e acompanhe conosco como fazer uma boa lubrificação do seu meio de transporte e, entenda a relevância do lubrificante para bike!

O que é o lubrificante para bike e por que usar?

O lubrificante é um tipo de produto usado para reduzir a fricção entre os componentes, facilitando o deslize das peças e, consequentemente, a performance do equipamento. Isso pode ser percebido em maquinários industriais e, também, em meios de transporte, como carros, motocicletas e bikes.

corrente da bicicleta - Lubrificante para bike: óleo ou graxa?

Nesse último caso, o lubrificante para bike é considerado para a manutenção na transmissão, conferindo mais durabilidade às peças que atuam no seu funcionamento. É o caso de:

Isso tudo, quando bem lubrificado, confere um funcionamento perfeito do conjunto, permitindo que você obtenha uma performance melhor, com a bike, para pedalar, além de facilitar a troca de  marchas.

Quais são os tipos de lubrificante para bike?

Para escolher o produto ideal para os seus objetivos e pretensões, aí vão algumas dicas com base nas características de cada produto:

  • lubrificante úmido: oleoso, ele é à prova d’água, sendo indispensável o seu uso em dias chuvosos, por exemplo, mas com uma atenção maior em sua limpeza, pois retém muitos resíduos;
  • lubrificante com cera: seco, o produto ajuda a manter os componentes mais limpos, mas suas propriedades exigem que a troca de lubrificante para bike seja mais frequente, já que ele esfarela facilmente com o tempo;
  • óleo: existem tipos específicos para a lubrificação da corrente de sua bike — inclusive, de acordo com o tipo de terreno que você pedala;
  • graxa: usada apenas na caixa de direção, no movimento central, e nos pedais (apenas os modelos com esferas soltas), permitindo uma pedalada mais harmônica e menos dificultada.

Vale destacar também que a graxa é bastante usada no processo de montagem de uma bike. Isso facilita a passagem dos componentes sem danificá-los ou gerar um desgaste rápido.

Entre os principais usos para ela, podemos destacar o cone do garfo, e boa parte dos parafusos, além do canote do selim, para ser acoplado ao quadro. Tudo para evitar o acúmulo de sujeira ou mesmo água, dificultando a sua passagem.

checklist manutenção - Lubrificante para bike: óleo ou graxa?

Cuidados ao usar o lubrificante para bike

Agora que já passamos pelos principais tipos de lubrificante para bike, reunimos também algumas considerações importantes ao usar esse tipo de produto e, assim, aumentar a segurança ao pedalar. Aí vão:

  • crie o hábito de passar periodicamente o lubrificante nos componentes citados, fazendo com que o processo seja parte elementar da manutenção de sua bike;
  • não use graxa em parafusos com trava-rosca (mais atrapalha do que ajuda);
  • não use qualquer tipo de lubrificante desengripante, pois se desgastam com mais facilidade e, não garantem a mesma proteção do que os outros tipos aqui apresentados.

Agora, para complementar o que vimos aqui, é importante também saber como montar e, desmontar a bicicleta nesse processo de passar o lubrificante para bike. Por isso, confira também nossas dicas sobre como trocar a corrente da bicicleta!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *